fbpx

branding | digital marketing | webdesign

Como criar a Persona do seu negócio em 4 passos

Marketing de conteúdo é tudo sobre conexões. Você quer que as histórias contadas atraiam atenção, tragam pessoas e causem um forte impacto. Mas como você faz isso efetivamente?

Ao contrário da crença popular, o bom marketing de conteúdo não começa com uma boa ideia. Começa com a compreensão de “quem é a persona/ pessoa” que você está tentando alcançar por meio do seu conteúdo.

É por isso que você ter uma equipe que entenda de marketing.

Essas ferramentas simples são o segredo para contar histórias que ressoam e fazem relacionamentos duradouros.

Muitas vezes, os profissionais de marketing examinam suas ideias de Storytelling perguntando: “Eu estaria interessado nisso?”

Porém o marketing de conteúdo não é sobre o que sua marca quer ou sobre o que você está interessado. É sobre o que as pessoas que você está tentando alcançar estão interessadas.

O bom marketing de conteúdo é um canal entre uma marca e a intimidade de uma pessoa, permitindo que a marca forneça conteúdo significativo, útil e valioso que as pessoas precisam e desejam com base em suas aspirações ou problemas.

Porém muitos profissionais de marketing não entendem totalmente quais são as necessidades e desejos de seus clientes.

Em vez disso, eles criam conteúdo sem uma ideia clara de quem estão tentando educar, engajar ou inspirar, e depois enviar conteúdo com a esperança cega de que alguém em algum lugar encontre o que ele criou, e goste.

Não é novidade que esse conteúdo geralmente falha. Mas não precisa ser assim!

A Persona do marketing pode salvar o dia – elas preenchem os espaços em branco, ajudando você a entender intimamente as pessoas que você está tentando alcançar: os problemas com os quais estão lidando, as questões que os afetam, suas esperanças e aspirações secretas, as coisas que os impulsionam ou não), etc.

O que é a Persona de Marketing, realmente?

Em essência, ela é uma combinação de traços de caráter, atributos (por exemplo, idade, demografia e geografia) e informações de alguém. Tudo isso combinado serve como uma representação de um ser humano real que você deseja atrair.

Basicamente, a persona de marketing é um “mapa” abrangente de várias personalidades, que nos ajudam a ver o mundo a partir de sua perspectiva. Com esse super poder de raio X, podemos encontrar, analisar e personalizar ideias para preencher as lacunas, garantindo que nosso conteúdo seja interessante e relevante.

Isto não só nos dá uma enorme vantagem sobre a concorrência, como também torna mais fácil formar um relacionamento genuíno com o nosso público e torna-se o recurso para as informações que desejam e as informações que nem sequer sabem que querem – ainda.

E isso é extremamente benéfico por duas razões simples:

  1. As pessoas são mais receptivas ao que você tem a dizer se elas perceberem você como alguém que agrega valor à vida delas.
  2. Torna a criação de ideias de conteúdo muito mais fácil porque reduz o trabalho de adivinhação que gera ideias erradas ou irrelevantes.

Como criar a Persona de Marketing em 4 Passos

Há muitas maneiras de criar personas de marketing.

Pode parecer difícil e um pouco complicado, e é por isso que alguns profissionais de marketing desistem completamente ou acabam com a persona parcialmente completa e que acaba não lhes dando os insights de que realmente precisam.

Como estamos aqui para te ajudar, dividimos o processo em etapas simples, incluindo nossas melhores dicas ( e um modelo gratuito ) para torná-lo o mais fácil possível.

Se você está começando do zero ou precisa dar ao seu pessoal de marketing uma ajuda, veja como fazê-la da maneira certa.

Entretanto se você está apenas começando e trabalha com o ajuste do seu produto no mercado, conseguir criar a persona certa pode levar algum tempo – tentativa e erro. E reconhecemos que nem todo mundo tem o luxo de já ter clientes.

Passo 1: faça as perguntas certas

No mercado em geral, as pessoas que você está tentando alcançar provavelmente não são um grupo homogêneo.

Elas têm medos, preocupações e problemas diferentes, mas têm uma coisa em comum: podem usar seu produto ou serviço. Assim, seu objetivo em fazer uma persona é duplo.

Você quer saber:

  • Que coisas eles têm em comum? O que elas desejam ou em que precisam de ajuda?
  • Como esses desejos/problemas se relacionam com seu produto / serviço? Como você pode satisfazer esses desejos ou resolver esses problemas através do seu conteúdo?

Para descobrir isso, você precisará falar diretamente com as pessoas. Mas primeiro, você precisa identificar o que você realmente quer saber sobre elas.

Há um milhão de atributos que você pode identificar, desde suas músicas favoritas até o tipo de treino preferido, mas é importante se concentrar no que é mais relevante.

Depois de saber o que você está procurando, você pode adaptar melhor as perguntas que faz.

Para começar, faça uma cópia da nossa planilha do Modelo de Criação de Buyer Persona . Ela é uma amostra do tipo de informação demográfica e pessoal que você pode querer definir. Você pode adicionar, editar ou ajustar itens relevantes como achar melhor.

Preste especial atenção às questões de desafio do trabalho no modelo, pois elas falam ao coração do que as pessoas lidam em um dia normal. 

Essas perguntas também abordam coisas como os problemas que estão tentando resolver, bem como os riscos que estão tentando atenuar.

Descobrimos que concentrar-se mais nessas ideias facilita o desenvolvimento de ideias de conteúdo de alto nível, enquanto algumas das outras entradas, como interesses, hobbies ou idade, são itens úteis a serem considerados ao desenvolver tons de voz da marca, design estético etc.

Tome Nota: Algumas das informações podem parecer tediosas ou desnecessárias para apresentar boas ideias de marketing de conteúdo. Mas se essas informações ajudarem você a entender melhor quem você está tentando alcançar, quanto mais informações você tiver, melhor e mais claro será seu conteúdo.

Passo 2: Converse com as pessoas

Você pode, como nós, ter relacionamentos de longa data com seus clientes e uma profunda compreensão de suas necessidades e desejos. Mas se não tiver, esqueça a adivinhação!

Vá diretamente até a fonte para descobrir o máximo que puder. Você pode considerar isso a fase de “pesquisa” de criar a persona de marketing.

Seu objetivo é descobrir o máximo de informações possíveis sobre as pessoas que você está tentando alcançar para encontrar os tópicos comuns e preencher sua persona de marketing com o máximo possível de detalhes.

Há muitas maneiras de obter essa informação. Você pode fazer perguntas por meio de bate-papos, chamadas e e-mails em pessoa.

Pode vasculhar pesquisas de clientes ou feedback on-line. (Também é útil incluir vendas e atendimento ao cliente neste estágio; essas são as pessoas que têm o contato mais direto com seus clientes.)

Em última análise, o objetivo é ter tanta informação quanto você precisa para desenvolver fielmente a sua persona de marketing.

Passo 3: Reúna suas respostas

Depois de coletar suas respostas, reúna seu pessoal para juntar e condensar todas essas informações.

Combine sua pesquisa para identificar as linhas comuns, preocupações, esperanças, desejos e desafios que as pessoas enfrentam.

Às vezes você pode perceber um tema comum ou mesmo uma frase em suas respostas. E isso é muito valioso.

Nesta fase, você quer criar um rascunho de suas personalidades de marketing. Reserve uma hora ou 90 minutos, dependendo de quão rápido você consiga criar e quantas pessoas você está tentando mapear. (É útil levar cerca de 20 a 30 minutos por persona.)

Primeiro, identifique quantas pessoas você vai criar (pelo menos três são indicadas para começar). Quando fizemos isso por nós mesmos, segmentamos a persona como uma pessoa que trabalha na mesma organização em setor diferente.

Tome nota: Não há maneira certa ou errada de fazer isso. Sua empresa e seus objetivos devem ditar sua abordagem de quantas pessoas de marketing você deseja criar.)

Em seguida, comece a debater os atributos de cada elemento de identificação em seu modelo, com base em sua pesquisa.

Anote tudo e refine à medida que você for, para ter uma lista sucinta de atributos para cada pergunta. Por exemplo, você pode ter três a cinco itens para “medos”, enquanto pode ter um intervalo para “idade” (por exemplo, 35-45).

Achamos que é útil esboçar isso primeiro. Isso permite que a equipe mantenha o foco e interaja em tempo real. No final, você deve ter um grupo vagamente definido de personas.

Passo 4: finalize suas personas

Depois de ter suas personas de forma mais superficial, é hora de refinar e examinar.

Certifique-se de ter um nome para cada uma e circule suas personas para ter um feedback de pessoas relevantes (por exemplo, sua equipe de vendas ou fundador da empresa). Uma vez refinado, registre-o em uma planilha do Google Doc ou Excel que seja facilmente acessível.

Use essas personas finalizadas para debater conteúdo. No futuro, você deve ser capaz de identificar:

  • Qual pessoa vai se interessar pela ideia
  • Por que essa persona vai se interessar por ela

Certifique-se de revisar regularmente e atualizar as personas também.

Lembre-se: sempre coloque o conteúdo em primeiro lugar

A melhor maneira de levar as pessoas a ouvir o que você está tentando dizer é primeiro se tornar útil para elas. 

Você pode fazer isso ensinando algo novo ou criando algo que eles simplesmente achem interessante.

Se você liderar com esse tipo de conteúdo (em vez de apenas ter a tarefa de se comunicar como marca), as pessoas ficarão mais receptivas e atraídas pelo seu conteúdo.

É claro que há um milhão de coisas que influenciam e afetam sua operação de conteúdo, desde diretivas departamentais até seu calendário editorial. 

Felizmente, além das pessoas de marketing, há várias coisas que você pode fazer para garantir que seu conteúdo seja o mais eficaz possível.

E se tiver alguma dúvida, sinta-se à vontade para entrar em contato com a gente se precisar de alguém para falar com você sobre conteúdo ou qualquer ferramenta que ajude seu negócio a crescer.

Comment

EnglishPortuguese